3 dicas de decoração para criar espaços multifuncionais

Especialista ensina truques simples para tornar o seu imóvel mais versátil e garantir um melhor aproveitamento dos espaços

Fonte: Por Giovana Telles – A Gazeta

Cada vez mais, as pessoas têm buscado por ambientes práticos e, ao mesmo tempo, confortáveis. Em um cenário com tantos tamanhos de imóveis, é importante estar atento em relação a como criar espaços otimizados.

De acordo com dados da Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio (Embraesp), somente na cidade de São Paulo, a metragem média das unidades de até um dormitório caiu 40% em uma década, ou seja, de 46,1 m² para 27,5 m², em 2021.

Pensando nesse contexto, Sandra Nita, arquiteta e especialista em Produto da Vila 11, lista três dicas para tornar os espaços multifuncionais. Veja!

Ambientes multifuncionais tornam a casa mais espaçosa e aconchegante.
Ambientes multifuncionais tornam a casa mais espaçosa e aconchegante. (Iglenas | Shutterstock)
  1. Adote a técnica de camuflagem dos ambientes

Criar um espaço dois em um de forma estratégica é uma maneira de gerar mais espaço e, simultaneamente, deixar os locais mais clean.

“Uma ótima ideia é, por exemplo, aproveitar um corredor, que é um local de passagem, e colocar armários que escondam uma área de serviços que tenha tábua de passar roupa e até máquina de lavar. No dia a dia ou quando os moradores recebem visitas, esses itens ficam guardados, mas o espaço pode ser montado sempre que necessário, apenas abrindo os armários”, explica.

  1. Utilize móveis com mais de uma função

Segundo a arquiteta, existem diversos móveis com um aspecto mais neutro, o que possibilita que desempenhem mais de uma função.

“Aquele quarto a mais na casa será usado como escritório ou para receber hóspedes? Pode ser para as duas ocasiões. É possível encontrar escrivaninhas que podem servir para trabalhar e para guardar pertences, assim como há camas que podem ser transformadas em sofás. Usar a imaginação e comprar os móveis certos fazem com que seja possível criar ambientes estratégicos”, afirma.

  1. Invista em mobiliários que dividam os ambientes

Principalmente os imóveis menores tendem a trazer mais de um ambiente no mesmo espaço sem que haja divisões estruturais; por exemplo, a sala com a cozinha sem uma parede. Uma opção nesses casos é usar móveis para separar os cômodos.

“Uma mesa, sofá ou estante podem ajudar a dividir os ambientes de forma natural e sem prejudicar o espaço, já que são elementos essenciais. A dica é medir cada móvel e posicionar cada um de maneira inteligente”, conclui Sandra Nita.

Deixe seu comentário