Chaves na mão por até R$ 350 mil

Unidades de médio padrão ganham o mercado

Os especialistas são unânimes: os imóveis mais procurados pelos capixabas são de médio padrão. Bem localizados, com lazer completo e mais enxutos do que os empreendimentos populares, estas são as principais características dos residenciais. As unidades custam entre R$ 200 e R$ 350 mil.

Segundo o presidente da Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do Espírito Santo (Ademi-ES), Sandro Udson Carlesso, o tíquete médio das unidades comercializadas no último Salão do Imóvel, que foi de R$ 259.634, mostra a preferência. “A maior parte dos empreendimentos com imóveis à venda também faz parte deste padrão. As unidades cabem no bolso e, ao mesmo tempo, oferecem conforto e boa localização.”

GRANDE VITÓRIA

O coordenador da Rede Imvista, em Vitória, Wiliam Rodrigues, afirma que nesta faixa de valor é possível encontrar boas opções em toda Grande Vitória. “Entre R$300 e R$350 mil estão imóveis de dois quartos na Capital. Em Vila Velha encontramos a partir de R$ 200 mil. Já na Serra, com até R$ 300 mil achamos unidades de três quartos”, informa.

O Itaparica Sublime, do Grupo Proeng, tem apartamentos com três dormitórios ou opção de dois quartos com um home office, a partir de R$ 338 mil.

Matéria adaptada do Jornal A Gazeta – Caderno de Imóveis do dia 16/02/2017

Deixe seu comentário